A realidade do espanhol nos Estados Unidos: um desafio único Portuguese translation jobs
Home More Articles Join as a Member! Post Your Job - Free! All Translation Agencies
Advertisements

A realidade do espanhol nos Estados Unidos: um desafio único


Become a member of TranslationDirectory.com at just $8 per month (paid per year)




Versión española
English Version


Maria Angeles Prieto O espanhol nos Estados Unidos não é um tema de fácil abordagem. Temos que levar em conta não só a diversidade do espanhol no país mas também a necessidade de estabelecer um denominador comum nesse incrível caldeirão de culturas. Tanto as influências lingüísticas quanto as culturais e a grande repercussão do uso do espanhol nos meios de comunicação também desempenham um papel fundamental no que diz respeito ao espanhol nos Estados Unidos.

Apesar de suas diferenças marcantes, o coletivo de origem hispânica vem ganhando muito poder na sociedade norte-americana, chegando ao ponto de ter se tornado um público-alvo de grande interesse. Esse interesse é compartilhado pelas grandes empresas, cujo objetivo é abocanhar parte dos mais de 350 milhões de dólares consumidos pela comunidade hispânica atualmente, e pelo governo e os políticos, que buscam seu voto e apoio, o que vem promovendo a naturalização de muitos imigrantes hispânicos e o uso de seus direitos eleitorais.

Assim como qualquer outro imigrante que tenha o espanhol como idioma nativo, eu tive a oportunidade de viver a complexidade do uso do espanhol neste país, tanto como profissional de comunicação quanto no nível pessoal. E é justamente a grande variedade de origens dos falantes de espanhol nos EUA um dos catalisadores dessa inesperada complexidade. Segundo dados do censo norte-americano de 2004, quase 40 milhões de pessoas de origem hispânica residem no país, sem incluir os quase 4 milhões de hispânicos provenientes de Porto Rico. Entre esses 40 milhões, 67% vêm do México, 14% das Américas Central e do Sul, 9% de Porto Rico, 4% de Cuba e 7% de outros países e regiões.

Falantes de espanhol nos EUA

Essa variedade de origens gera intermináveis discussões quando devem ser tomadas decisões de âmbito terminológico, tanto no tocante à redação quanto à tradução de textos para o espanhol voltados para o público que reside nos Estados Unidos. Assim, quando nos deparamos com termos como "autobús", encontramos, entre outras versões, "camión" (México), "guagua" (Cuba e Porto Rico), "colectivo" (Argentina e Venezuela) etc.

Situações como essa levantam a polêmica sobre a necessidade de se usar um espanhol genérico ou neutro nas comunicações dirigidas ao mercado hispânico norte-americano. Entretanto, em determinadas situações uma solução direcionada é a escolhida, optando-se pelo uso de editores de origem mexicana quando o conteúdo é voltado para um público majoritariamente mexicano, de origem porto-riquenha quando o público é majoritariamente porto-riquenho, e assim por diante.

No âmbito das comunicações em espanhol no território norte-americano, há diversas circunstâncias que inevitavelmente levam ao polêmico spanglish, que vem a ser a inserção de palavras inglesas no diálogo em espanhol e o uso indiscriminado de anglicismos. Algumas das circunstâncias que mais se destacam são:

  • a convivência contínua do inglês com o espanhol;
  • a inevitável influência da cultura norte-americana;
  • o baixo nível cultural de muitos imigrantes hispânicos;
  • o fenômeno da assimilação;
  • a necessidade de estabelecer palavras comuns;
  • a influência dos meios de comunicação sobre o uso do espanhol.

Tais circunstâncias são fundamentais quando se trata de produzir conteúdos e traduções compreensíveis para uma comunicação eficaz com esse público-alvo.

Escrever em espanhol ou traduzir um texto do inglês para o espanhol voltado para o mercado hispânico não é uma tarefa fácil. Apesar de nossas origens e regionalismos, todos precisamos nos comunicar de maneira correta e eficaz, superando esses obstáculos na medida do possível e atendendo às necessidades de nossos clientes.

Essa necessidade requer um trabalho de pesquisa e formação que todo bom profissional deve realizar para comunicar a mensagem desejada de maneira eficaz e fazer com que nossos clientes entendam as idiossincrasias da comunicação em espanhol no âmbito da comunidade hispânica nos Estados Unidos.

Com o objetivo de facilitar o trabalho de esclarecimento do cliente que deseja estabelecer comunicações em espanhol voltadas para esse mercado, precisamos levar em conta os fatores que definem a participação do cliente nesse processo, entre eles:

  • sua possível falta de familiaridade com os desafios apresentados pela tradução para o espanhol para uso nos Estados Unidos;
  • o conceito habitual de muitos clientes não bilíngües de que existe apenas um espanhol correto, que pode ser entendido por todos;
  • as revisões efetuadas pela equipe bilíngüe do cliente que, por não se dar conta da diversidade desse público-alvo de maneira objetiva, podem gerar desentendimentos entre a agência de tradução ou tradutor e o cliente;
  • a insistência, por parte de muitos estrategistas de comunicação, em utilizar um registro inferior na tradução ou adaptação para o espanhol a fim de assegurar uma comunicação eficaz com públicos-alvo de níveis culturais mais baixos (um processo que pode resultar em uma imagem negativa do cliente);
  • os prazos de entrega, que freqüentemente não nos dão tempo suficiente para permitir o controle de qualidade necessário no processo de tradução;
  • a necessidade que se tem, em várias situações, de traduzir de volta para o inglês o texto traduzido para o espanhol com o objetivo de cumprir protocolos internos para aprovar a versão em espanhol para publicação, principalmente no caso de entidades norte-americanas.

Esses fatores podem gerar problemas desnecessários que seriam facilmente evitados investindo-se na criação de um consenso preliminar, na forma de diretrizes e glossários. A elaboração e a criação desses elementos de controle é um trabalho que deve ficar nas mãos de uma equipe de consultoria formada por tradutores e editores de diversas procedências, especializados no mercado hispânico dos EUA. Essa equipe deve trabalhar com o cliente na análise do conteúdo e na determinação de padrões e glossários.

O trabalho necessário para se chegar a um consenso é árduo, mas a lista de vantagens é interminável: redução considerável dos custos, processos de trabalho mais organizados e previsíveis, qualidade superior, caráter genérico e consistência de conteúdo. Contudo, também é importante destacar que esse trabalho em equipe é um solo fértil que o cliente pode observar, controlar e manipular, a fim de produzir conteúdos e traduções adequados às suas metas de comunicação.

Embora esse tema fascinante envolva uma infinidade de componentes, concluirei meu ensaio ressaltando a importância do espanhol como denominador comum e elemento unificador de todos os hispânicos residentes nos Estados Unidos em um coletivo poderoso, sem importar suas origens ou diferenças lexicais. E o poder conferido pelo espanhol é motivo suficiente para que ele seja conservado e defendido, sempre levando em conta e respeitando as diferenças lexicais e essa diversidade enriquecedora.


María Ángeles Prieto é uma especialista na área de revisão, tradução e adaptação de propaganda e materiais de marketing em espanhol para os mercados hispânicos nos Estados Unidos, América Latina e Espanha. Nascida na Espanha, ela dedicou grande parte de sua vida extracurricular a estudar francês, inglês e alemão e se formou em Propaganda e Relações Públicas pela Universidade Complutense de Madrid. Em 1990, María Ángeles se mudou para Nova York onde trabalhou para agências de marketing renomadas cujo foco eram os mercados latino-americano e hispânico nos EUA. Em 1998, ela foi co-fundadora da SpanLingua e desde então seu trabalho tem se concentrado principalmente no gerenciamento de projetos de tradução e adaptação voltados para o mercado hispânico nos Estados Unidos. A autora tem dois filhos e adora ficar com eles sempre que possível.

 

This article was originally published in Сcaps Newsletter (http://www.ccaps.net)









Submit your article!

Read more articles - free!

Read sense of life articles!

E-mail this article to your colleague!

Need more translation jobs? Click here!

Translation agencies are welcome to register here - Free!

Freelance translators are welcome to register here - Free!








Please see some ads as well as other content from TranslationDirectory.com:


Free Newsletter

Subscribe to our free newsletter to receive news from us:

 
Menu
Recommend This Article
Read More Articles
Search Article Index
Read Sense of Life Articles
Submit Your Article
Obtain Translation Jobs
Visit Language Job Board
Post Your Translation Job!
Register Translation Agency
Submit Your Resume
Find Freelance Translators
Buy Database of Translators
Buy Database of Agencies
Obtain Blacklisted Agencies
Advertise Here
Use Free Translators
Use Free Dictionaries
Use Free Glossaries
Use Free Software
Vote in Polls for Translators
Read Testimonials
Read More Testimonials
Read Even More Testimonials
Read Yet More Testimonials
And More Testimonials!
Admire God's Creations

christianity portal
translation jobs


 

 
Copyright © 2003-2019 by TranslationDirectory.com
Legal Disclaimer
Site Map